Brasil

Passageira de ônibus é presa após chamar homem de ‘macaco fedorento’

Uma mulher foi presa no último sábado, 10, após proferir ofensas racistas contra um homem, durante uma viagem em um ônibus coletivo, na cidade de Praia Grande, litoral paulista.

A vítima, um autônomo de 29 anos, que não foi identificado, contou que sofreu os xingamentos durante o percurso realizado pelo veículo, até a chegada de equipes da Polícia Militar.

“Sabe quando você não consegue assimilar tudo que está acontecendo? Foi isso que aconteceu. Eu travei. Minha mulher já levantou e a questionou, momento que a moça também a xingou de vaga*****. (…) Falou que eu era imundo, além dos outros xingamentos. Eu não a ofendi, apenas falei ‘espera a viatura chegar’. Então ela disse ‘quando a viatura chegar você vai preso’, quando perguntei o porquê, ela respondeu ‘porque você é preto, macaco, da senzala e tem que estar na cadeia”, contou o rapaz ao G1.

Ainda conforme a vítima, a mulher tentou fugir do local, sendo impedida por ele, que travou a porta do veículo. “Eu travei a passagem, sem encostar nela, e falei que ela não sairia enquanto a polícia não chegasse”, revela.

O crime foi registrado na 1º Delegacia de Polícia (DP) de Praia Grande. A mulher foi presa em flagrante, e responderá pelo crime de injúria racial.