Entretenimento

Eduardo Costa fala sobre exame de DNA para mulher que alega ser sua mãe: “Coisa inacreditável”

O cantor Eduardo Costa afirmou que não irá se submeter a um exame de DNA para verificar se é filho de uma senhora chamada Maria de Lourdes, que alega ser a mãe verdadeira do sertanejo. Segundo a senhora, há 42 anos (idade do cantor) ela deu a luz a um menino, mas no dia do parto ele lhe foi tirado dos seus braços e entregue a outra família, que ela não conhece.

Segundo ela, a mãe (que seria a avó do artista) estava se relacionando com um rapaz , tinha nove filhos e se preocupava em como iria cuidar de mais uma criança. Ela afirma ter sido informada que a mãe de Eduardo Costa visitava parentes em Belo Horizonte na mesma época em que deu a luz a um menino e, tempos depois, um irmão lhe disse que Eduardo Costa seria seu filho biológico.

Para reforçar a suposição, parentes da senhora afirmam que ela tem semelhanças com o cantor, como traços físicos, trejeitos e timbre de voz. Ela frisa ainda que não tem interesses financeiros, só não quer morrer com a dúvida. Nesta sexta-feira, 30, em audio encaminhado ao colunista Felipe Campos, do verpertino A Tarde É Sua, Eduardo afirmou que não tem dúvidas de que “sua mãe é sua mãe”.

“Eu estou muito impressionado com essa história. Não dá para acreditar, é uma coisa inacreditável o que essa senhora está falando. Lá em casa, eu, minha mãe e meus irmãos somos todos iguais, parecidos. Não tem lógica de alguém ter dado filho para alguém”, disse Eduardo, no áudio. Ele ressalta que morava em um lugar pequeno, distante da capital, e sua mãe não saía de casa.

“Não sei o objetivo, se quer se aparecer ou tem algum problema, algum problema, desvio, não sei. Mas essa possibilidade é zero”, afirma. O sertanejo lembra que Dona Maria de Lourdes não é a primeira a alegar ser sua parente e afirmou que não irá fazer exame algum.

“Já teve outro que falou que era meu pai, meu irmão, negócio cabuloso. Deus me livre, loucura isso aí. Não tem nem lógica. Não faço DNA porque se existe uma certeza que tenho na minha vida é que minha mãe é minha mãe mesmo. Se pensar num filho que parece com a mãe, esse cara sou eu”.