Esportes

Bahia empata sem gols com Corinthians e joga fora chance de embalar

Bahia e Corinthians empataram sem gols, na tarde deste domingo, 20, no estádio de Pituaçu, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de um primeiro tempo em que nada aconteceu, os times melhoraram na segunda parte, criaram algumas oportunidades, mas não conseguiram chegar ao gol e precisam se contar em ficar com um ponto cada.

>>Veja tabela de classificação e jogos da Série A

O resultado freia a empolgação tricolor, que vinha de vitória fora de casa e tentava vencer duas partidas seguidas pela primeira vez na Série A.

A atuação ruim, principalmente no primeiro tempo, também serve para ligar um sinal de alerta. Esse foi o segundo tropeço seguido do Esquadrão como mandante no Brasileirão. Antes o time comandado por Dado Cavalcanti tinha perdido para o Internacional.

Na próxima rodada o Bahia já vai ter uma nova chance de melhorar o rendimento em casa porque volta a jogar em Pituaçu. O compromisso será na quinta-feira, contra o Athletico-PR.

Deu sono

Os quinze minutos iniciais ficaram concentrados no meio de campo do Estádio de Pituaçu. Os dois times tinham dificuldade para dominar o setor e trocavam passes sem muita progressão naquela zona do gramado. Foram apenas duas finalizações nesse período, ambas do Corinthians, com Gabriel e Mateus Vital.

A primeira finalização do Bahia veio só aos 21 minutos. Juninho apareceu na área para completar cruzamento que veio da esquerda e mandou para fora. Apesar do lance não ter levado nenhum perigo à meta defendida por Cássio, foi o que de melhor aconteceu entre os 15’ e os 30’ da primeira etapa.

Mesmo com a bola rolando em cerca de 80% do tempo, nenhum dos dois times conseguiu produzir quando teve a posse da redonda.

As equipes voltaram sem mudanças para a segunda parte, mas ao menos às posturas foram diferentes. O Corinthians chegou com perigo em finalização de Fagner, e o Bahia respondeu com cruzamento de Renan Guedes, interceptado por Cássio.

Com onze minutos o Alvinegro criou a melhor chance do jogo e quase abriu placar em novo avanço de Fagner pela direita. Dessa vez o lateral cruzou para Ramiro, que cabeceou bem e viu Matheus Teixeira saltar para fazer a defesa.

Do outro lado do campo, o Tricolor respondeu na mesma moeda. Rossi cobrou falta e Gilberto cabeceou com muito perigo. Cássio ficou batido no lance e só torceu para a bola não entrar. Deu certo.

A segunda etapa continuou animada e aos 21’ o Corinthians esteve mais uma vez muito perto de balançar as redes. Fagner cruzou rasteiro, a bola passou por toda área do Bahia e só não encontrou Jô com o gol aberto porque Matheus Bahia apareceu com um carrinho providencial para fazer o corte.

Na reta final da partidas as chances pararam de acontecer, mas o Tricolor ainda teve uma última boa oportunidade, aos 44 minutos do segundo tempo. Óscar Ruíz foi lançado pela esquerda e cruzou para Thonny Anderson. O meio-campista dominou bonito e chutou forte, obrigando Cássio a fazer uma boa defesa para manter o zero no placar.